Elétrica Nau - Instalações Elétricas logo

Blog

Acompanhe nossas últimas novidades

29/01/2018 - Curiosidades

Qual a diferença entre o DR Super Imunizado e o DR comum?

A eletricidade nos ajuda diariamente, durante todo o dia, mas também pode acabar oferecendo perigos, para isso existem alguns dispositivos que são capazes de proteger você e sua família contra choques elétricos, independente se seja por contato direto ou indireto, o DR é um desses dispositivos. Aprenda o que é um DR, como ele funciona, qual a diferença entre um DR comum e o super imunizado e para quais situações cada um é indicado, vamos lá pessoal!

O que é um DR?

DR é a sigla para Diferencial Residual, que também é conhecido como Interruptor Diferencial Residual (IDR), ambos se referem ao mesmo dispositivo, mas se diferem do DDR.

O dispositivo Diferencial Residual dentro de uma instalação é responsável por seccionar o circuito assim que for detectado uma fuga de corrente maior que o valor determinado, que é geralmente de 30mA, dessa maneira evitando que o choque elétrico seja fatal.

A sensibilidade do DR pode variar de acordo com dispositivo e aplicação, o valor de 30mA é proposital, pois essa é a intensidade máxima de corrente que uma pessoa consegue suportar sem sofrer danos.

É importante destacar que o dispositivo Diferencial Residual não impede a pessoa de tomar um choque elétrico! O DR permite o choque, porém o que não permite que a pessoa sofra danos maiores é o tempo que irá durar a descarga elétrica, sendo por um período extremamente curto, que é a resposta do DR em relação a fuga de corrente.

Existem outros dispositivos diferenciais residuais que são destinados a outra aplicações, como por exemplo, para proteção de máquinas e equipamentos, além da proteção contra incêndio, que varia entre 300mA a 1000mA para ser acionado, que muda de acordo com aparelho.

Como funciona um DR?

O dispositivo DR mede permanentemente a soma vetorial das correntes que percorrem os condutores de um circuito. Se o circuito elétrico estiver funcionando sem problemas, a soma vetorial das correntes nos seus condutores sempre será praticamente nula.

No momento que ocorrer uma falha de isolamento em um dos equipamentos alimentados pelo mesmo circuito que está ligado o DR, surgirá uma corrente de fuga, então no momento que acontecer, a soma vetorial das correntes nos condutores que estão sendo monitorados pelo DR não será mais nula, é assim que o dispositivo imediatamente detecta a diferença entre as correntes de entrada e saída e abre o circuito imediatamente.

O funcionamento é o mesmo quando alguém toca uma parte viva do circuito, sendo de forma direta ou indireta a corrente irá circular pelo corpo dessa pessoa, havendo também um desequilíbrio na soma vetorial das correntes.

Diferença entre um DR comum e um DR Super Imunizado

Assim como o DR tradicional o Diferencial Residual super imunizado também é desenvolvido com o objetivo de proteger as pessoas contra choques elétricos e princípios de incêndio. Ele possui uma função de processamento de sinal e proporciona disparos muito mais precisos, como os modelos Acti 9 iID desenvolvidos pela Schneider Electric através de uma tecnologia inédita e inovadora.

No entanto no DR comum, uma corrente em alta freqüência, gerada por descargas atmosféricas, chaveamentos na rede ou por uma rede de computadores, pode ser vista como uma falha, fazendo com que ele possa ser acionado de maneira desnecessária.

 

 

Leia também

Como funciona o para raio?

10 Curiosidades sobre a eletricidade.

Dispositivo de proteção contra surtos (DPS), como funciona?

Conta de luz deve ficar ainda mais cara em breve

Energias renováveis: economia em ascensão e igualdade econômica

LEDs do futuro podem ser 60% mais brilhantes graças aos vagalumes

7 perguntas para entender o caminho da energia no Brasil

FLIR T500-Series

Rede elétrica inteligente reduz consumo de energia

Projeto Francês tem árvores que produzem energia elétrica através do vento

Maior usina solar flutuante do mundo começa a gerar energia

Contas de luz de junho terão bandeira verde, sem acréscimo na tarifa

Este avião elétrico poderá fazer voos comerciais daqui a 10 anos

Diferença Entre Fio e Cabo Eletrico

Conta de luz deve ficar com bandeira vermelha ao longo do ano

Conta de luz terá bandeira vermelha em abril, diz Aneel

L’éolien 2.0 – a árvore que transforma energia eólica em eletricidade

Taxa cobrada a mais na conta de luz será devolvida imediatamente

Câmeras de imagem térmica da série T da FLIR

O que é um painél TTA

Dicas de segurança com energia elétrica

Bolívia planeja vender energia a Brasil e Chile com hidrelétricas

Multimetro FLIR DM284

Saiba como economizar energia elétrica durante o verão

Pequeno dispostivo permite controlar gastos de energia elétrica na sua casa através do smartphone

As vantagens da substituição de lâmpadas tradicionais por LED

Turbinas Eólicas

Nova norma prevê extinção dos conceitos TTA/PTTA

20 Dicas Simples para Economizar Energia

Empresa chinesa de energia fará leilão no Brasil

EXECUÇÃO DE SERVIÇOS ELÉTRICOS NA LOJA AUDI BLUMENAU.

CARROS ELÉTRICOS. UMA REALIDADE.

Instalação de 220V consome mais?

PADRÃO de TOMADAS ELÉTRICAS

(47) 3327-9750